Celebrar a Primavera com a “Natureza em estado Puro”

Os passadiços na margem do rio Paiva são uma parte fundamental do projeto para o Turismo Ativo e Sustentável de Arouca.

Neste local é possível contactar com a Natureza conhecendo a Biologia, Geologia e Arqueologia da Região, nomeadamente:

  • Observação da biodiversidade do local, com espécies em vias de extinção na Europa.
  • Conhecer cinco geossítios do Arouca Geopark, durante o percurso.
  • Viajar ao passado, com mais de mil anos de história.
  • Usufruir de uma natureza em estado puro e refrescar nas águas límpidas do Rio Paiva.

e aliar às práticas desportivas (Kayak, Rafting, Canyoning).

 

 

 

Os Passadiços do Paiva localizam-se na margem esquerda do Rio Paiva, no concelho de Arouca, distrito de Aveiro. São 8 km que proporcionam um passeio “intocado”, rodeado de paisagens de beleza ímpar, num autêntico santuário natural, junto a descidas de águas bravas, cristais de quartzo e espécies em extinção na Europa. O percurso estende-se entre as praias fluviais do Areinho e de Espiunca, encontrando-se, entre as duas, a praia do Vau. Uma viagem pela biologia, geologia e arqueologia que ficará, com certeza, no coração, na alma e na mente de qualquer apaixonado pela natureza.

É obrigatório aliar a visita ao Arouca Geopark, reconhecido pela UNESCO como Património Geológico da Humanidade.

A este propósito sugere-se o livro de literatura infanto juvenil «O Enigma da Pedra Negra».

Trata-se de um conto que tem como pano de fundo o território do Arouca Geopark, mais concretamente as Pedras Parideiras. Este livro conta com ilustrações de Marcos Oliveira, e procura suscitar o respeito pela natureza e pelas maravilhas do universo, que, no fundo, são de todos nós. Ao mesmo tempo, é uma boa forma de fomentar o gosto pela leitura.

 

 

 

 

 

 

 

Para conhecer mais, consultar o site: Passadiços do Paiva

Cristina Fonseca – Professora de Geografia


Esta entrada foi publicada em 10º Ano, 11º Ano, 12º Ano, 7º Ano, 8º Ano, 9º Ano, Fotografias/imagens, Livros, Moodle, Viagens. ligação permanente.

Deixar uma resposta